Metodologia ágil: conheça as ideias por trás do conceito que domina o cenário de tecnologia

Metodologia ágil: conheça as ideias por trás do conceito que domina o cenário de tecnologia

Você já ouviu falar na metodologia ágil (ou método agile)? Esse método de trabalho valoriza o desenvolvimento de sistemas com mais rapidez, focando sempre na satisfação do cliente.

Empresas como Google, Nubank e Facebook utilizam essa metodologia para desenvolver os seus produtos e entregar valor aos consumidores. Quer saber como surgiu esse conceito e como ele funciona na prática? Então, vem com a gente! 👇

Conceito de metodologia ágil

A metodologia ágil não foi criada com o objetivo de estabelecer uma forma de trabalho para a equipe. A sua intenção é estimular o pensamento e a interação entre os membros para obter agilidade no desenvolvimento de processos e produtos.

A partir dela, é possível entregar aos clientes as soluções contratadas de uma forma mais rápida, contribuindo para o crescimento das organizações. 📈

Como ela surgiu

O conceito se originou nos Estados Unidos, em 2001, quando um grupo de desenvolvedores se reuniu para buscar uma forma de desenvolver um software de forma mais ágil e com menos burocracia. A intenção era poder entregar resultados para os clientes de forma mais rápida, buscando o aprimoramento da solução com o passar do tempo.

Por que esse conceito é tão importante no ambiente de TI? 🤔

Até pouco tempo atrás, a indústria de desenvolvimento de software utilizava um modelo de gestão padronizado para criar uma solução. As equipes precisavam levantar o problema, compreender quais eram as necessidades dos clientes, criar a arquitetura, implementar o software e realizar inúmeros testes para verificar a sua funcionalidade. Tudo precisava estar perfeito antes de entregar o produto ao cliente.

Isso é errado? Não, mas cria um problema para o mercado de tecnologia. O processo formal engessava a criatividade das equipes e tornava muito lenta a entrega do produto aos clientes. Muitas vezes, quando eles recebiam a solução já precisavam solicitar mudanças porque o cenário da empresa estava diferente. Observando esse modelo, é quase como se você estivesse no cenário do filme mostrado abaixo, esperando pelo atendimento do oficial. 😬

Sendo assim, um grupo de desenvolvedores criou o Manifesto Ágil e os fundamentos que norteiam o trabalho:

  • dar prioridade ao funcionamento do software em vez de criar uma extensa documentação;
  • ter uma política de colaboração com o cliente;
  • valorizar a interação entre as pessoas acima dos processos;
  • acompanhar as mudanças do mercado e dar respostas a elas em vez de apenas seguir um plano de desenvolvimento.

Princípios do manifesto ágil

Além de criar os principais valores do trabalho focado na metodologia ágil, o grupo de desenvolvedores também lançou os princípios dessa forma de trabalho. São eles:

  1. Valor – entregar um software e dar continuidade ao seu aprimoramento conforme mudam as necessidades do cliente;
  2. Flexibilidade – adaptar o projeto e aceitar alterações para desenvolver o produto mais adequado ao cliente;
  3. Frequência – entregar o software conforme as funcionalidades são desenvolvidas, ou seja, separar em etapas a entrega para ter agilidade na execução e validação com o cliente;
  4. União – a equipe de gestão da empresa precisa trabalhar em conjunto com os desenvolvedores para se chegar ao produto mais adequado ao cliente;
  5. Motivação – proporcionar um ambiente adequado para o desenvolvimento de ideias e troca de informações com o intuito de deixar o colaborador motivado;
  6. Comunicação – ter uma conversa “cara a cara” com as equipes para repassar as informações corretas para o desenvolvimento dos projetos. A ideia é evitar o excesso de documentação em papéis e e-mails que atrasam o processo;
  7. Funcionalidade – é melhor ter um software funcionando para atender as necessidades básicas do cliente do que perder muito tempo criando e depois não ser mais útil;
  8. Sustentabilidade – construir um projeto com os recursos disponíveis no momento e manter um ambiente colaborativo entre clientes, colaboradores e gestores;
  9. Revisão – ter atenção às técnicas e ao design da solução para conseguir entregar projetos bons e com agilidade;
  10. Simplicidade – consiste em trabalhar mais no desenvolvimento e perder menos tempo com a documentação dos projetos, tornando as rotinas mais simples e eficientes;
  11. Organização – contar com profissionais capazes de assumir tarefas e responsabilidades;
  12. Autoavaliação – avaliação frequente da performance das equipes para descobrir novas formas de trabalhar com foco na agilidade dos processos.

Ao observar esses princípios, você vai perceber que eles estão relacionados entre si. 😀 Mas, será que é possível implementar essa metodologia nas empresas?

Sim, e muitas organizações já fazem isso. 😜 A Conta Azul usa uma metodologia ágil para solucionar os problemas rapidamente, tomando como base o que acontece no mercado. Foi assim que ela conseguiu crescer 170% em um ano e atraiu o interesse de investidores. A plataforma criada pela equipe ainda facilita o controle financeiro e a gestão das empresas, ou seja, contribui para a adoção de metodologias ágeis em diferentes tipos de negócio.

Nubank – famoso roxinho – também usa essa forma de pensar e agir para organizar suas atividades e entregar soluções inovadoras aos clientes. Se você é cliente já deve saber do que estamos falando, né? 🤩

Nubank usa metodologia ágil
Nubank também usa metodologia ágil

Como a metodologia ágil é aplicada aos negócios

O método agile foi criado para aprimorar o desenvolvimento de softwares, mas pode ser aplicado em diferentes empresas. Como você já deve ter percebido ao longo do artigo, ele valoriza a entrega e satisfação do cliente, sem que para isso o produto esteja 100% concluído.

Afinal, ao utilizar a ferramenta o cliente pode perceber que precisa de mudanças em algumas funcionalidades. Assim, a equipe já consegue executar as alterações em um curto espaço de tempo e deixar o produto ainda melhor. 😃

Mas, como aplicar essa metodologia ágil nos negócios? Há alguns métodos que seguem essa linha de desenvolvimento. São eles:

Scrum

O Scrum consiste na separação do projeto em pequenos ciclos (também chamados de sprints). Eles funcionam de acordo com um tempo pré-estabelecido pelas equipes (de 15 dias ou um mês) para definir quais atividades serão desenvolvidas em cada período.

Kanban

Esse é um método de gestão que valoriza o aspecto visual das atividades. Ele se baseia no uso de cartões para identificar o status de cada tarefa, a exemplo de como funciona a plataforma Trello.

XP

A metodologia XP (Extreme Programming) de desenvolvimento ágil valoriza o uso das boas práticas na rotina de criação de um software. Para tanto, a equipe utiliza ciclos curtos para a criação das soluções. Afinal, entende-se que assim é possível reduzir o custo dos erros e chegar a bons resultados com mais agilidade.

Como você pode perceber, a metodologia ágil já é praticada em muitas empresas de tecnologia e vem ganhando espaço em outras áreas do mercado. Você já usa essa metodologia no seu trabalho ou gostaria de poder aplicá-la? Fale com a gente, quem sabe podemos contribuir com algumas ideias! 👇

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Assine e receba as novidades por email!